Red Internacional de Solidariedad y de Luchas


Lunes, 11 de diciembre de 2017

 
 

 

| Argentina | Petroleiros da Patagônia dão o recado: não aceitamos pagar pela crise!

Portada del sitio > Moções > | Argentina | Petroleiros da Patagônia dão o (...)

Há mais de um mês os trabalhadores petroleiros da Patagônia, na Argentina, seguem em luta contra demissões em massa e por direitos trabalhistas.

Os camaradas relatam que com a queda do petróleo, as multinacionais do setor que sempre ganharam milhões e milhões de dólares nos últimos anos jogam a conta da crise nas costas dos trabalhadores.

Já são mais de 500 demitidos, com a ameaça de mais de 5 mil demissões, o que reduziria em 40% a produção do setor.

O governo de Mauricio Macri já planeja adequar salário e benefícios conforme os tempos de crise em que vivemos, jogando, desta maneira, no lixo os direitos trabalhistas conquistados com muita luta ao longo dos anos.

Petroleiros das províncias de Chubut e Santa Cruz têm sido exemplo de mobilização com jornadas de resistência históricas, conseguindo pressionar o governo e abrir espaço para negociação.

Os nossos camaradas argentinos nos pedem solidariedade!

Em mensagem enviada aos ativistas da Rede Sindical Internacional de Solidariedade e Lutas, Daniel Ruiz, delegado do Sindicato de Petróleo e Gás privado de Chubut - Comodoro Rivadavia, afirma o caráter internacionalista desta mobilização, e a necessidade de união contra os governos que despejam a conta da crise em nossas contas.

"Esta não é uma luta só nossa. É parte do combate em que trabalhadores do mundo todo estão, para impedir que nós paguemos pela crise que os bancos e as empresas provocaram. Por isso, pedimos que divulguem nossa mobilização a todas as organizações sindicais, políticas e sociais, a fim de fortalecer nossa luta em defesa de nosso trabalho e de nossas famílias", diz Daniel Ruiz em mensagem.