Réseau Syndical International de Solidarité et de Luttes


jeudi, 6 août 2020

 
 

 

Brasil : A Petrobas quer vingar-se dos grevistas !

Accueil > Sectores (Port) > Indústria, metalurgia, química > Brasil : A Petrobas quer vingar-se dos (...)

Companheiros que participaram da recente greve da categoria estão sendo demitidos ou suspensos pela direção da Petrobras. É uma atitude covarde e desumana, além de irresponsável, ainda mais em um momento de comoção mundial, quando os petroleiros e demais trabalhadores enfrentam uma pandemia como a Covid-19, quando as plataformas, refinarias, terminais, usinas e demais unidades operam em regime de contingência.

O mundo de cabeça para baixo e os gestores tomando atitudes desumanas e desprezíveis ! Além de não tomar as medidas na amplitude e velocidade necessárias para combater o Coronavírus, os gestores do Sistema Petrobrás ainda querem retaliar grevistas, após o dissídio de greve encerrado e em total desrespeito ao acordo assinado na mediação do TST. Isso é uma clara perseguição e punição a quem fez greve. A categoria não está disposta a aceitar essa afronta e intimidação ao direito de manifestação e de greve.

Organizações membros da Rede Sindical Internacional de Solidariedade e Lutas repudian a Petrobras e apoian a luta dos petroleiros e petroleiras na exigência que a empresa imediatamente cancele as punições e demissões de grevistas. Não será aceita nenhuma retaliação ! Nos colocamos à disposição para enfrentar junto esse grave ataque aos trabalhadores ! Todos juntos na luta e mobilização mesmo nessa situação de contingência !

- Não à demissão dos lutadores ! Não à demissão nas empreiteiras do COMPERJ e demais terceirizadas !
- Unidade na luta e mobilização, mesmo nesta situação de contingência.
- Que não ousem duvidar da capacidade de luta dos petroleiras e petroleiras !
- Juntos somos fortes ! Não vamos soltar a mão de ninguém !