Red Internacional de Solidariedad y de Luchas


Jueves, 19 de octubre de 2017

 
 

 

| China | mina de carvão mata e fere trabalhadores

Portada del sitio > Internacional > Asia > | China | mina de carvão mata e fere trabalhadores

Um incêndio em uma mina de carvão estatal chinesa matou 24 mineiros na ultima semana de novembro, informou a mídia estatal, o mais recente incidente fatal na indústria propensa a acidentes.

O incêndio na mina, dirigido por Hengda Mining Company, no nordeste da província de Liaoning, também deixou 52 pessoas feridas, disse a Xinhua, citando empresa-mãe da Hengda, a estatal Fuxin Coal Corporation.

A investigação inicial mostrou que a poeira de carvão em um eixo foi incendiado logo após um terremoto fraco com uma magnitude de 1.6 atingiu apenas o meu, diz o relatório.

As operações de resgate foram concluídas, enquanto a produção havia sido suspenso em todas as outras minas de Hengda enquanto as verificações de segurança foram realizados.

A mina entrou em operação em 1987 e tem uma capacidade de produção anual de 1,5 milhões de toneladas, com um total de 4.660 funcionários, segundo a Xinhua.

As minas chinesas estão entre as mais fatais no mundo por causa de frouxa regulamentação,corrupção e os fracos procedimentos operacionais. Segurança é negligenciada pelos patrões que procuram lucros fáceis e acidentes infelizmente são comuns.

No ano passado, o país registrou 589 acidentes de mineração, que deixou 1.049 pessoas mortas ou desaparecidas, de acordo com o governo.

No entanto, grupos de direitos trabalhistas dizem que as reais estáticas de mortes são muito maiores do que os dados oficiais. Em parte isso se deve à sub-notificação de acidentes que os chefes de minas procuram limitar para evitar prejuízos econômicos e punições.

A mineradora Fuxin é uma grande propriedade do Estado, onde são destinadas as medidas de segurança a ser implementado de forma mais rigorosa, mas houve muitos incidentes no passado.

Em um acidente grave em fevereiro de 2005, 214 mineiros morreram e outras 30 ficaram feridos em uma explosão de gás em uma outra mina da Fuxin em Sunjiawan, província de Liaoning. Este acidente levou à demissão de 33 chefes após uma investigação se descobriu que eles tinham ignorado regras de segurança e saúde.

No ano passado, oito trabalhadores morreram em um vazamento de gás em uma instalação separada. Vários acidentes em minas de carvão foram notificados neste ano.