Réseau Syndical International de Solidarité et de Luttes


samedi, 14 décembre 2019

 
 

 

ESPANHA | Pela invalidade do despedimento de Carlos Naranjo (Ford-Valencia)

Accueil > Moções > ESPANHA | Pela invalidade do despedimento de (...)

No dia 27 de Junho de 2018, Carlos Naranjo, trabalhador da fábrica da FORD em Valência, foi disciplinarmente despedido de forma fraudulenta. Carlos tinha sido reintegrado no seu posto de trabalho duas semanas antes, depois de uma baixa médica de sete meses, quando a empresa lhe entregou uma carta de demissão alegando “diminuição da produtividade”. Isto é completamente falso.

A FORD celebrou um contrato permanente com Carlos enquanto ele estava de baixa médica. Então, porque foi ele despedido ? Qual é a verdadeira razão para esta agressão ? A resposta é obvia : perseguicão sindical. No grupo do companheiro existia um grande descontentamento devido à carga de trabalho insuportável e proibição de descansos pelas chefias. O companheiro contactou com delegados do Sindicato dos Trabalhadores do Metal (STM), com os quais já colaborava, para denunciar estas situações, e encorajou também a denúncia ativa destas situações pelos companheiros de grupo. A resposta da empresa não se fez esperar.

O objetivo deste despedimento é assustar os trabalhadores de chão de fábrica. Não só se persegue um trabalhador pela sua actividade sindical, como também se envia uma mensagem a todo o chão de fábrica para evitar que se organize, proteste e lute para melhorar as suas condições de trabalho.

Carlos é um conhecido lutador, tendo liderado o Sindicat d’Estudiants del País Valencià em defesa da educação pública e apoiando vários movimentos sociais. Os abaixo-assinado, exigimos que se reconheça a invalidade do despedimento de Carlos Naranjo, que se reconheça que se deveu a perseguição sindical e comprometemo-nos a difundir nos nossos círculos e locais de trabalho este ataque pela patronal.