Réseau Syndical International de Solidarité et de Luttes


mercredi, 16 août 2017

 
 

 

| Espanha | Todo apoio aos trabalhadores do serviço público de ônibus de Zaragoza

Accueil > Sindicato > | Espanha | Todo apoio aos trabalhadores do (...)

Os trabalhadores da empresa de ônibus Autobuses Urbanos de Zaragoza (AUZSA), de Zaragoza, cidade da Espanha, estão em greve reivindicando qualidade no transporte, direitos e cumprimento de acordos firmados em 2013.

A greve, sem data para terminar, exige respeito ao contrato estabelecido entre a AUZSA, Avanza, concessionária de serviço de transporte urbano, e a prefeitura de Zaragoza, além do cumprimento da convenção coletiva de 2013.

Os trabalhadores denunciam que os cortes de serviço de ônibus serviram de justificativa para que a empresa adotasse, em 2013, Programas de Demissão Voluntária (ERE, sigla em espanhol, que define o programa), responsáveis pela demissão de 153 trabalhadores, posteriormente readmitidos, e pelo rebaixamento salarial em 3,9%.

O reajuste salarial, parte do acordo de 2013, não tem sido aplicado nos últimos anos, e o congelamento do salário é também motivo para a mobilização da categoria.

Os trabalhadores em greve cobram postura mais ativa do município, para que não seja simplesmente mediador entre os grevistas e a empresa, pois o descumprimento dos acordos de trabalho afeta a todos os cidadãos de Zaragoza.

A qualidade dos serviços públicos de transporte está diretamente vinculada ao trabalho precarizado da categoria. O total médio de horas extras dos trabalhadores ultrapassa as 65 mil horas, o que garantiria, se este tempo fosse distribuído a novos cargos, cerca de 40 novos postos de trabalho.

Os trabalhadores exigem :

  • Melhor qualidade do serviço de transporte urbano ;
  • Manutenção dos veículos para melhores condições aos usuários, garantindo conforto e segurança ;
  • Avanço na atual negociação e cumprimento do que foi firmado na convenção de 2010-2014 ;
  • Que a AUZSA/Avanza cumpram seus compromissos com os trabalhadores, o município e os cidadãos ou sofra intervenção e/ou seja de responsabilidade administrativa do município ;
  • Que os contratos temporários tornem-se contratações por tempo indefinido ;
  • Direito a trabalhar em condições dignas, com acesso a sanitários para os condutores nos pontos finais das linhas ;
  • Um cronograma de trabalho igual para todas e todos, que garanta a conciliação da vida familiar e do trabalho.

A CSP-Conlutas se solidariza e envia apoio aos trabalhadores em greve, que lutam contra os interesses das empresas privadas que têm nas mãos serviços públicos e os utilizam para interesse próprio.

O serviço público de ônibus urbanos não pode ser tratado como um negócio empresarial !

Envie moções de apoio aos trabalhadores :
Cut1985@gmail.com

Envie mensagens para a empresa AUZSA :
Hector.munoz@urbanosdezaragoza.es

Prefeitura de Zaragoza :
secretariaalcaldia@zaragoza.es

Foto de capa : Cadena Ser