Red Internacional de Solidariedad y de Luchas


Domingo, 22 de octubre de 2017

 
 

 

Operários de complexo petroquímico protestam contra calote da Petrobras

Portada del sitio > Sindicato > Operários de complexo petroquímico protestam (...)

Operários demitidos do EISA Petro-UM, de Mauá, e da ALUSA, do Complexo do Comperj, realizaram na manhã da última segunda-feira (24) um protesto, e fecharam a saída da ponte Rio-Niterói reivindicando o pagamento dos seus direitos trabalhistas e pela retomada das obras da Petrobras.

O protesto é ainda contra o governo Dilma, a direita e o ajuste fiscal e serviu de momento para convocar todos a irem às ruas amanhã, neste dia 25 às 16h, junto com diversas outras categorias que estão em greve e lutam contra as medidas do governo e da oposição de direita contra os trabalhadores.

Segundo Moreno, assessor do Sindicato dos Petroleiros do RJ, "as manifestações para proteger o governo Dilma que os sindicatos estão realizando não resolvem o problema, queremos derrotar a política deste governo que se aliou aos empresários e bandidos esquecendo os trabalhadores. Nos colocamos contra também o outro lado dos empresários ligados ao PSDB, que tenta aparecer como salvadores da pátria buscando o afastamento do governo".

Com informações da Plenária de Trabalhadores em Luta - RJ