Réseau Syndical International de Solidarité et de Luttes


mercredi, 13 novembre 2019

 
 

 

PORTUGAL | Moção de solidariedade à luta dos motoristas de Portugal

Accueil > Moções > PORTUGAL | Moção de solidariedade à luta dos (...)

Os trabalhadores portugueses continuam a auferir salários miseráveis quando os seus congéneres europeus trabalham menos e ganham muito mais ; Os portugueses continuam a ser obrigados, em nome da austeridade e da produtividade da economia nacional, a cumprir horários de trabalho prolongados, em turnos abusivos, quando nos países da chamada Europa desenvolvida a semana de trabalho tem sido reduzida.

A ANTRAM, associação patronal dos motoristas, quer continuar a explorar os motoristas e trabalhadores relacionados ao seu serviço com baixos salários e péssimas condições de trabalho ; A ANTRAM continua a ignorar - tal como o Governo - um conjunto de ilegalidades denunciadas pelos trabalhadores de desrespeito pelo pagamento das contribuições devidas, mantendo parte dos pagamentos de salários através de subsídios que, assim, não são contabilizados para a reforma, acidente ou baixa dos trabalhadores, realidade que saqueia não apenas os motoristas mas também os contribuintes.

Ninguém pode ficar indiferente aos dias de trabalho extenuantes e riscos associados ao trabalho dos motoristas, estratégico e especializado, pago com um salário base de 700€ mensais, muito perto do salário mínimo, com o qual ninguém consegue sobreviver com dignidade.

Os objetivos dos motoristas são justos e os meios de exercer o direito à greve são totalmente legítimos e devem ser defendidos por todos os portugueses, ainda mais agora que a definição de serviços mínimos generalizados a 100% constitui, de facto, a anulação do direito à greve.

O direito de greve está sendo violentamente atacado - como nunca foi até hoje - com o governo de António Costa pretendendo se utilizar da intervenção do exército, das forças policiais e dos bombeiros, destruindo assim um direito fundamental dos trabalhadores, consagrado constitucionalmente, prática que servirá, no futuro, para aplicar a todas as greves que possam ter algum impacto na economia.

A Rede Sindical Internacional de Solidariedade e Lutas se solidariza com a luta dos motoristas contra a política de baixos salários e de aniquilação dos direitos trabalhistas.

- Todo apoio aos motoristas de cargas perigosas e mercadorias
-  Contra a miséria dos salários e a anulação do direito à greve