Red Internacional de Solidariedad y de Luchas


Domingo, 22 de octubre de 2017

 
 

 

| Tunísia | Ativistas do setor da educação seguem em greve de fome

Portada del sitio > Sindicato > | Tunísia | Ativistas do setor da educação (...)

A Rede Sindical Internacional de Solidariedade e Lutas expressa solidariedade aos camaradas da Comissão de ex-militantes da União Geral dos Estudantes da Tunísia (UGET) em greve de fome desde 17 de dezembro de 2015, e que atualmente ocupam as instalações da UGET.

Esses camaradas fizeram parte da chamada “Revolução de Jasmim”, que depôs o ex-ditador Ben Ali, no final de 2010. Neste período, segundo a Human Rights Watch, os estudantes e sindicalistas foram os mais afetados pela repressão do governo.

Estes ativistas são diplomados, mestres, doutores, mas que sofrem com o desemprego e até mesmo o impedimento de empossar cargos conquistados via concursos públicos para o sistema público de educação na Tunísia.

Essa restrição é de ordem política e atinge militantes que são marcados em uma lista negra do país, mesmo após o fim da ditadura de Ben Ali. Na verdade, cinco anos depois, a situação do emprego na Tunísia não melhorou, muito pelo contrário.

  • Exigimos que o governo atendas às justas reivindicações:
  • Que as listas negras sejam extintas!
  • Pelo fim da repressão política contra o sindicato!
  • Pela abertura dos cargos no serviço público aos concursados aprovados!

Nossa solidariedade internacional!


Com informações da Solidaires